terça-feira, 1 de março de 2011

Talvez se eu for eu pare de procurar...

Costumo me caracterizar de uma pessoa determinada, forte, amo desafios e quando almejo algo: luto e conquisto

Sou de observar atentamente os outros, com isso acabo detectando as suas fraquezas e fragilidades, com essa característica visível de mim, os mais próximos me chamam de manipuladora QUE ABSURDOO!! Rsrssr...
E foi dessa forma que fui me achegando, uns conquistei facilmente....
Mas uma pessoa foi interessante; aos olhos de todos se mostrava ser o SUPREMO, o quase imbatível, rsrs hãn e até mesmoo o injustiçado! Rsrs
 Porém só para os que observam bem, conseguem enxergar fraquezas que outras pessoas não percebem...
Eu pude plenamente perceber que havia imaturidade, total dependência e auto-afirmação SEMPRE.
E foi nessa “fraqueza” que eu me fortaleci, acreditei ser a melhor pessoa para encoraja lo, a vencer barreiras a conquistar aquilo que para os outros diziam ser impossível,   FOI ATÉ LEGAL!!   Afinal parte de suas características são bem semelhantes c com as minhas.
Mas que tolice a minha me apeguei na fraqueza dele para fortalecer minha conquista.
 Mas, acabei esquecendo que não era como os outros, não estava lidando com mais um...
Não percebi que Deus o fez semelhante ao SOL!
 Que irradia e dá o seu espetáculo a cada amanhecer, que não depende dos outros, pois possui sua própria luz, ele é esplendoroso, fascinante e todos querem sentir em suas peles o seu tocar.
E o sol sabe do seu valor!
Ele sabe que sua simples aproximação pode trazer sensações fascinantes ou dores insuportáveis.
Mas eu como gosto de desafios resolvi arriscar.
Confiante como sempre, me assemelhei a uma nuvem daquelas bem branquinhas
Que ficam próximas ao sol, aquelas que vc olhando até as vê de varias formas, assim eu era para conquistá-lo, para me aproximar dele.
E assim fui fazendo a cada dia...
 O sol com seu brilho singular, e eu a nuvem esbranquiçada que cada dia que passava ia me aproximando mais e mais do Astro... Até que com jeito me acheguei ao sol, e ele com toda delicadeza permitiu que eu o envolvesse.
Pronto!!ES a cena mais perfeita.  O sol irradiante envolto em nuvens tão alvas como a neve.
Os que observavam admiravam tamanho envolvimento, tamanho entrosamento.
Parceria mais que legal! Pois se a lua tem as estrelas por companhia, porque não o sol!??
Mas a nuvem só não sabia que o sol não desejaria a presença dela ali, por mais que as aparências e circunstancias diziam que sim. Essa não era a sua real vontade!!
Lamentável.....
 O sol foi feito para brilhar sozinho, a nuvem por mais transparente, vistosa, bonita, e de muiti- formas de ser, acaba que por muitas vezes ofuscando o seu brilho.
ELA de uma maneira eufórica, intensa de ser queria quase que sempre determinar o momento dele brilhar. Muitas vezes tomando todo o controle do SOL.
Ah!! Ela não deu conta de que ELE é um ser proeminente, eleva se acima do que o cerca...
Então... De uma forma bem discreta o vento tem soprado e feito dia após dia a nuvem se afastar do sol.

Num sei!! Não importa o quanto eu mude, ainda terei que pagar o preço pelas coisas que fiz
Concluindo...
Não ta sendo fácil pra nuvem reconhecer o seu lugar, reconhecer que não é ao lado do sol que ela deve está. : /

Os ventos que aos poucos tem tirado algo que tão intensamente amo, são os mesmos que trazem algo que vou aprendendo a conviver...chorar pelo que foi mudado???Não mais!!!
Minha expectativa é aprender amar o que me foi dado, pois o que é realmente MEU, nunca se VAI para sempre.